MANGUEIRAS DO MONZA 82/96 E DIAGRAMA DO FLUXO DO EFI 95

Tem alguma dica sobre manutenção? Divulgue! Leia e mantenha seu Monza em dia!
Avatar do usuário
waldir
Membro 500EF (Ní­vel 9)
Mensagens: 3640
Registrado em: 18 Mai 2008, 09:19
Cidade: Campinas
Estado: São Paulo-SP
Modelo: Monza GLS
Motor: 2.0
Ano: 1995
Combustível:: Etanol
Injeção: EFi

MANGUEIRAS DO MONZA 82/96 E DIAGRAMA DO FLUXO DO EFI 95

Mensagem não lida por waldir »

MANGUEIRAS DO MONZA 82/96 E
DIAGRAMA DO ARREFECIMENTO/FLUXO DO MONZA EFI - 95


ESTUDE O FLUXO DO SEU MONZA EFI QUE É SEMELHANTE (NÃO IGUAL)

Imagem
Imagem

Imagem
Imagem

Imagem

MANGUEIRAS DO EFI 95
1- M. Superior do radiador 946.57.305/522.87.391
2- M. do Colet. adm. à conexão superior da VT 946.56.478
3- M. do aquecedor à conexão inferior da VT 946.47.400
4- M. do Tubo à bomba d’água 901.28.022
5- M. do tubo ao coletor 52.256.063
6- M. inferior do radiador ao tubo 946.47.401
7- M. do radiador do ar quente ao tubo 522.85.989
8- M. do reservatório de expansão ao tubo 522.60.468
9- M. de retorno ao reservatório de expansão 522.56.057

Imagem

Imagem

RETIRADO DO CATÁLOGO DA GATES

Imagem
Imagem

Complemento as Mangueiras acima do catálogo da Gates

Imagem
Imagem

Imagem
Imagem

Imagem

CATÁLOGOS DE MANGUEIRAS
http://www.gatesbrasil.com.br/upload/ca ... 2_2012.pdf
MONZA paginas 24 à 26
http://pt.scribd.com/doc/101874982/Cata ... ras#scribd
MONZA paginas 10 à 19


waldir
02.11.2015
Editado pela última vez por waldir em 03 Nov 2015, 19:49, em um total de 6 vezes.
MONZA - GLS 95 2.0 EFI - Alcool - Vermelho Goya

Avatar do usuário
Carlos A. Freire
MODERADOR
Mensagens: 17476
Registrado em: 18 Jan 2007, 11:06
Cidade: SAO PAULO
Estado: São Paulo-SP
Modelo: Monza GLS
Motor: 2.0
Ano: 1996
Combustível:: Gasolina
Injeção: EFi

Re: MANGUEIRAS DO MONZA 82/96 E DIAGRAMA DO ARREFECIMENTO DO

Mensagem não lida por Carlos A. Freire »

Há alguns erros nesses esquemas acima.
Nenhum deles mostra o esquema utilizado no meu Monza GLS 96, por exemplo, na comentado em outros tópicos sobre o tema e, quando não se usa ar quente e tem tampão, o esquema está errado.
O tampão vai na parte de cima nas saídas traseira do cavalete da VT. Se colocar em baixo, vai ter o sintoma que já foi descrito aqui no fórum, que a VT só vai abrir perto dos 110°C já com marcador perto do vermelho. Depois que abri fica normal e volta ao sintoma depois dela fechar até abrir novamente.
Repare que o esquema do tirado do catálogo CepChev está diferente do desenho apresentando logo embaixo.

Nos modelos com A/C tem algumas configurações diferentes. Não sei dizer se é pelo ano ou modelo.
Outro dia estava em conversa com o Dutra, que tem um Monza GLS 94 com A/C de fábrica, que tem configuração diferente do meu Monza GLS 96, também com A/C de fábrica.
Monza GLS 96 - 2.0 EFI gasolina
São Paulo-SP

Avatar do usuário
waldir
Membro 500EF (Ní­vel 9)
Mensagens: 3640
Registrado em: 18 Mai 2008, 09:19
Cidade: Campinas
Estado: São Paulo-SP
Modelo: Monza GLS
Motor: 2.0
Ano: 1995
Combustível:: Etanol
Injeção: EFi

Re: MANGUEIRAS DO MONZA 82/96 E DIAGRAMA DO ARREFECIMENTO DO

Mensagem não lida por waldir »

Amigos,

escutem a voz da experiência do Carlos Freire.

No meu entendimento o diagrama para uso de tampão é para Monzas que não tem ar quente de fábrica. Então é utilizado o tampão tanto no tubo de distribuição como no rabo do suporte da VT conforme está no diagrama do CepChev.

Eu eliminei o ar quente conectando a mangueira de entrada com a da saida do radiador do ar quente (eu eliminei o AC por que não quis pagar há vários anos mais R$600,00 no trocador de calor + MO além de outros R$600,00 que já havia pago recentemente para manutenção do compressor e gás). Atualmente eu tenho ao invés de Ar Condicionado, Ar Direcionado via janelas ou ventilador de ar morno. :D
Ar quente quando tinha usei uma ou duas vezes. Aqui em Campinas a media histórica de temperatura no inverno é de 15ºC

Esse é o esquema/diagrama que está no meu Monza.

Carlos com um pequeno esforço você poderia passar um diagrama do seu Monza 96. Pode ser um croquis via MP que eu posso transformar o rabisco em outro rabisco para "eventualmente" ajudar quem está com alguma dificuldade na interpetração do CepChev ou até em baixar o dito cujo.

O risco é baixo destes diagramas por que normalmente é difícil a troca das mangueiras sem auxílio de um elevador, exceto a mangueira superior do radiador e a inferior do radiador, como também a de retorno ao reservatório de expansão.
Conectar as mangueiras do radiador de ar quente também é possivel deitado sob o veículo;
e a mangueira do coletor de admissão ao tubo do lado esquerdo;
e também a do reservatório de expansão ao tubo de distribuição são passíveis de troca por contorcionismo sob o veículo.
Já a mangueira superior do cavalete da VT ao lado direito do coletor de admissão e a colocação do tampão são impraticáveis de fazer deitado há 40cm.

Por isso é mais fácil pagar um mecânico para fazer a troca e na maioria das vezes o mecânico tira a mangueira e vai na autopeças comprar uma nova igual/semelhante.

Então Carlos se vc fizer o favor de apontar as inconsistências que você falou eu ainda tenho 3 dias para editar este 'masterpiece' :smt017 :D

waldir
Editado pela última vez por waldir em 02 Nov 2015, 18:46, em um total de 2 vezes.
MONZA - GLS 95 2.0 EFI - Alcool - Vermelho Goya

Avatar do usuário
Carlos A. Freire
MODERADOR
Mensagens: 17476
Registrado em: 18 Jan 2007, 11:06
Cidade: SAO PAULO
Estado: São Paulo-SP
Modelo: Monza GLS
Motor: 2.0
Ano: 1996
Combustível:: Gasolina
Injeção: EFi

Re: MANGUEIRAS DO MONZA 82/96 E DIAGRAMA DO ARREFECIMENTO DO

Mensagem não lida por Carlos A. Freire »

No Monza Club 94 álcool de um amigo, passou por muitos problemas de super aquecimento do motor por que algum reparador inverteu a posição do tampão na saída do cavalete da VT. Esse sintoma se manifesta com a VT nova e abrindo e fechando corretamente.
Esse Monza Club não te ar quente e A/C de fábrica. Não foi isolado o ar quente, ele nunca te e.

Em outros tópicos sobre configurações dessas mangueiras, colocaram as versões corretas e até indiquei como eram as versões. Vou ver depois se consigo fotos com tudo montado ou se faço desenho. Agora estou fora de casa e usando celular.
Monza GLS 96 - 2.0 EFI gasolina
São Paulo-SP

Avatar do usuário
waldir
Membro 500EF (Ní­vel 9)
Mensagens: 3640
Registrado em: 18 Mai 2008, 09:19
Cidade: Campinas
Estado: São Paulo-SP
Modelo: Monza GLS
Motor: 2.0
Ano: 1995
Combustível:: Etanol
Injeção: EFi

Re: MANGUEIRAS DO MONZA 82/96 E DIAGRAMA DO ARREFECIMENTO DO

Mensagem não lida por waldir »

Carlos,
eu fico me perguntando qual a lógica de colocar o tampão acima ou abaixo em relação à foto da carcaça da VT

O liquido do arrefecimento é pressionado no centro vindo do cabeçote e forma um fluxo para tras (que salvo um corte na peça) e ele se divide, ou melhor, 'desemboca' nos bocais que alimentam o aquecimento do coletor para os Monzas à alcool (no seu tem esse aquecimento?) e a outra derivação para alimentar o radiador de ar quente. O outro fluxo é interrompido pela VT que aumenta a pressão na fase fria do motor para aquecer mais rapidamente o coletor de admissão e o radiador do ar quente. Quando a VT abre aos 91º C no caso dos EFIs o fluxo diminui para a traseira do suporte da VT sem implicações de performance.

Penso até que o tampão no bocal superior é preferível por que é o ponto de mais difícil acesso. E mexeu uma vez, está mexido 'forever'.

Porém, só cortando uma peça velha para descobrir se há canais independentes com estrangulamento de fluxo, ou passar um flexível para "descobrir" o caminho do fluxo.

Imagem
Editado pela última vez por waldir em 03 Nov 2015, 08:35, em um total de 1 vez.
MONZA - GLS 95 2.0 EFI - Alcool - Vermelho Goya

Avatar do usuário
Carlos A. Freire
MODERADOR
Mensagens: 17476
Registrado em: 18 Jan 2007, 11:06
Cidade: SAO PAULO
Estado: São Paulo-SP
Modelo: Monza GLS
Motor: 2.0
Ano: 1996
Combustível:: Gasolina
Injeção: EFi

Re: MANGUEIRAS DO MONZA 82/96 E DIAGRAMA DO ARREFECIMENTO DO

Mensagem não lida por Carlos A. Freire »

Waldir, sua analogia está errada.
Talvez por desconhecer as passagens interna nesse cavalete da VT. Eu mesmo demorei a entender, e tive muita dificuldade de resolver o defeito do Monza Club 94 do meu amigo. Depois de resolver esse defeito desse Monza Club, postei aqui no fórum, onde tinha um outro Monza e um Kadett de usuários que passaram pelo mesmo problema. Se tiver invertido, só não passará por problemas se a VT não estiver boa, não fechando ou com aplicação errada, com inicio de abertura muito baixo.
A posição do tampão tem sim sua lógica e não é por facilitar a montagem.
Quando fizer a próxima manutenção, ou se tiver um outro cavalete desse solto, veja que no local onde encaixa a VT, por cima tem outra passagem, que vai ter ligação com uma daquelas saídas traseira. Se colocar o tampão embaixo, com a VT fechada vai restringir a passagem de água e dificultando a circulação do líquido de arrefecimento internamente ao motor. Assim, a VT de 92ºC só vai abrir quando o motor tiver perto dos 110º e por pressão e não pela temperatura. Depois de aberta, o motor resfria normalmente e enquanto a VT não fechar novamente, não terá nenhum sintoma irregular.

Só encontrei esse problema no Monza do meu amigo, depois de muito trabalho, avaliações e consulta no CepChev. Mas, o que ajudou mesmo, foi depois de ter feito uma limpeza do sistema de arrefecimento do meu Monza GLS 96, onde pude ver essa outra passagem no cavalete. A partir dai é que tive um rumo e uma nova lógica para o problema.

Abs,

Carlos Freire
Monza GLS 96 - 2.0 EFI gasolina
São Paulo-SP

Avatar do usuário
waldir
Membro 500EF (Ní­vel 9)
Mensagens: 3640
Registrado em: 18 Mai 2008, 09:19
Cidade: Campinas
Estado: São Paulo-SP
Modelo: Monza GLS
Motor: 2.0
Ano: 1995
Combustível:: Etanol
Injeção: EFi

Re: MANGUEIRAS DO MONZA 82/96 E DIAGRAMA DO FLUXO DO EFI 95

Mensagem não lida por waldir »

Carlos e Amigos,

pelo sim e pelo não eu particularizei a matéria inicial (reeditado), destinando o diagrama
apenas ao Monza 95 e que ainda pode ajudar algum Monzeiro.

O Fluxo do arrefecimento sai pelo cabeçote através do suporte da VT
e alimenta o coletor de admissão
e o radiador do ar quente.
A VT quando abre entrega o liquido do arrefecimento para ser resfriado e
retorna pela mangueira inferior do radiador para o tubo sob o coletor que está conectado à
bomba d'água para arrefecer o motor. Ciclo contínuo comandado pela VT e Sensor de Temperatura e Ventoinha.

MONZA - GLS 95 2.0 EFI - Alcool - Vermelho Goya

Avatar do usuário
waldir
Membro 500EF (Ní­vel 9)
Mensagens: 3640
Registrado em: 18 Mai 2008, 09:19
Cidade: Campinas
Estado: São Paulo-SP
Modelo: Monza GLS
Motor: 2.0
Ano: 1995
Combustível:: Etanol
Injeção: EFi

Re: MANGUEIRAS DO MONZA 82/96 E DIAGRAMA DO FLUXO DO EFI 95

Mensagem não lida por waldir »

Vide tópico sobre o fluxo no Suporte da VT

viewtopic.php?f=15&t=34783
MONZA - GLS 95 2.0 EFI - Alcool - Vermelho Goya

Responder